Laqueadura

O QUE É LAQUEADURA (LIGADURA) TUBÁRIA?
 
É uma cirurgia que consiste basicamente na interrupção da continuidade das trompas de falópio (tubas uterinas ou trompas), com o objetivo de impedir uma nova gravidez. Trata-se de um método invasivo (cirúrgico) e irreversível.

INDICAÇÕES

A laqueadura pode ser realizada em mulheres com pelo menos 2 filhos vivos OU idade superior a 25 anos que desejam um método irreversível de anticoncepção.

MÉTODOS REVERSÍVEIS DE ANTICONCEPÇÃO

É importante que se tenha o conhecimento de todos os outros métodos de contracepção que NÃO são IRREVERSÍVEIS, tais como:
•  Métodos naturais (tabelinha, temperatura basal, avaliação do muco cervical, coito interrompido)
•  Métodos de barreira (preservativo, diafragma)
•  Anticoncepção hormonal oral (pílula)
•  Anticoncepcional injetável, transdérmico (adesivo), implante subcutâneo
•  Dispositivos intra-uterinos (DIUs)

TIPOS DE CIRURGIA PARA LAQUEADURA

Há vários tipos de cirurgias que podem ser viáveis para pacientes que desejam realizar laqueadura (ligadura bilateral das trompas), incluindo:
•  Técnica aberta convencional: com incisão de Pfannenstiel, ou seja, incisão semelhante à de cesariana, no sentido transversal no abdome inferior próximo ao osso do púbis
•  Técnica laparoscópica: com 2 incisões, sendo uma de cerca de 1cm dentro do umbigo e outra de 5mm 2cm acima do osso do púbis
•  Técnica vaginal: com acesso à cavidade abdominal por meio de incisão na vagina

TÉCNICA CIRÚRGICA LAPAROSCÓPICA
•  Sondagem vesical.
•  Insuflação da cavidade abdominal (encher o abdome de gás CO2).
•  2 incisões na pele e introdução dos trocartes (canos por onde são passados os instrumentos de laparoscopia).
•  Inventário da cavidade abdominal por laparoscopia.
•  Identificação das trompas e coagulação (queimar) das mesmas utilizando eletrocautério.
•  Secção das trompas.
•  Fechamento da ferida operatória.
•  Como condição final, o abdome fica com 2 cicatrizes.


Posição das incisões em uma laqueadura laparoscópica. Procedimento cirúrgico laparoscópico da laqueadura tubária. 


Procedimento cirúrgico laparoscópico da laqueadura tubária.
 

Procedimento cirúrgico laparoscópico da laqueadura tubária.

RESULTADO DAS CIRURGIAS

O método da laqueadura é o mais efetivo dos métodos de planejamento familiar e a grande maioria das pacientes não engravida após o procedimento; no entanto, o médico NÃO SE PODE DAR GARANTIA DE 100% DE EFICÁCIA do método, uma vez que ele tem uma chance mínima de falha de 0,41%, pois cada organismo reage de maneira diferente a um mesmo tratamento.

É esperado que a paciente não seja mais capaz de engravidar após o procedimento; todavia há aquelas que retomam a fertilidade por recanalização das trompas.

É importante frisar que uma vez realizado o procedimento, a chance de reversão é muito baixa; conseqüentemente, as pacientes que optam por este método de anticoncepção devem estar plenamente seguras da escolha. Além disso, deve-se lembrar que a laqueadura é efetiva apenas para evitar gestações, não protegendo contra outras doenças sexualmente transmissíveis.

AUTORES: Dra. Monica Tessmann Zomer Kondo e Dr. William Kondo

Acessado 7851 vezes


Área do Profissional

Área do Profissional

Usuário
Senha

Busca

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas notícias.