Depoimentos

Confira abaixo alguns depoimentos de nossos clientes:

Olá, meu nome é Amanda, tenho 26 anos e gostaria de deixar meu depoimento.

Desde que comecei a menstruar (12 anos), tinha cólicas muito fortes, que causavam vômito, diarreia e chegavam a me fazer suar (eu tinha pontadas tão fortes na região da barriga e do reto que chegava a travar, não conseguir me mexer). Com o tempo foram aumentando, mas com o passar dos anos, fui aprendendo a lidar com ela, pois quando ia aos meus ginecologistas eles me diziam que "isso era normal, do meu corpo", e que não poderia ser nada pois era "muito nova". Um médico até chegou a me pedir Rastreamento de Endometriose em 2016, mas na clínica que eu fui, a médica que fez o exame não encontrou nada.

Nesse mesmo ano, em 2016, com 25 anos, tive uma crise de dores abdominais fortes (durou 3 dias), seguidas febre e desmaios, e quando cheguei ao hospital e me fizeram ecografia, viram que estava com "água" na barriga, e me encaminharam de prontidão para operar o apêndice. Fiz a cirurgia (videolap.) e o médico responsável pelo plantão me explicou que, quando ele inseriu a câmera, viu que eu estava cheia de focos de endometriose, que, inclusive, estavam no apêndice. Ele retirou o que pode, junto do apêndice, e me orientou a procurar um especialista em Endometriose.


Depois de muita procura e conversas com muitas mulheres, duas pessoas (que não se conhecem) me indicaram o Dr. William Kondo, e eu prontamente agendei com ele uma consulta. Sempre muito prestativo e seguro do que me explicava, ele solicitou um Rastreamento de Endometriose, numa clínica de sua confiança, e o médico que realizou encontrou outras lesões profundas espalhadas pela bexiga, trompas, ovários e intestino. Fiz acompanhamento com Dr. William e foi aí que minha vida começou a mudar! Ele trocou meu anticoncepcional, minhas dores diminuíram muito, e em 2017 (Julho) eu pude fazer com ele outra videolaparoscopia. Consultei com ele e com o médico que ele me indicou que estaria junto dele na cirurgia, e sempre fui muito bem atendida. Dr. William sempre respondeu meu emails e dúvidas, e me ajudou a lidar com mais essa cirurgia.
Após essa cirurgia, Dr. William me explicou que haviam tirado mais 7 lesões profundas, já infiltradas, e que, devido a quantidade de lesões, ele também checou se minhas trompas estavam funcionando, e, graças a Deus, estavam!


Por opção minha e do meu marido, continuei o tratamento pós operatório com o remédio que o Dr. William receitou, sempre com ele acompanhando, e em Setembro de 2017, deixamos de tomá-lo para tentar engravidar.
Escrevo esse depoimento, pois descobri esse mês (Outubro de 2017), que estou grávida! Não consigo acreditar e a felicidade que estamos sentindo é muito grande, pois a Endometriose estava muito avançada, e graças ao Dr. William, um médico tão responsável e com tamanha excelência no que faz, fui bem cuidada, bem tratada por ele, e hoje realizo meu sonho.

Deixo meu depoimento para todas as mulheres que sentem dores como eu sentia, para que vão atrás para descobrir, pois não é normal, independente da idade.

Obrigada, Dr. William por ter mudado minha vida! Só Deus para compensá-lo como senhor merece!
 
Data: 23 October 2017
Escrito por: Amanda Rafaela Marghotti da Silva Pires
Curitiba
Há um pouco mais de um ano e meio, enquanto estava me preparando para engravidar, através de um exame, meu ginecologista constatou a existência de dois cistos, um em cada ovário. Depois de outros exames para confirmar e analisar o cisto, fui encaminhada para um profissional de Chapecó, ele muito comprometido mas preocupado, disse que eu corria o risco de ficar sem os dois ovários, que era raro isso acontecer em mulheres da minha idade, ainda mais nos dois ovários ao mesmo tempo, como eu tinha na época 29 anos e não tinha filhos, como garantia me encaminhou para uma clinica de reprodução assistida, para um orçamento de coleta e armazenamento de óvulos. A Dra. Simone, muito querida e amável, apresentou as possibilidades, e através de um exame de fertilidade percebeu que tinha muito tecido ovariano bom em um dos ovários, e pediu pra eu tomar a decisão se faria a coleta dos óvulos antes da cirurgia ou não. Minha resposta foi negativa, através de um voto de confiança, pensei que se Deus quisesse que eu fosse mãe, daria tudo certo na cirurgia, e se meu destino não fosse esse, mesmo com fertilização, não iria funcionar. Conversei com a Dra Simone novamente e respondi que confiaria em Deus. Foi aí que ela me encaminhou para o Dr. Willian Kondo, alegando que teria a melhor técnica e o melhor equipamento. Fui sozinha na primeira consulta, em uma cidade que eu não conhecia, apavorada, e ao chegar lá, com toda segurança Dr. Willian analisou o meu caso, foi muito positivo, me explicou tudo o que eu precisava saber, e quando perguntei: Dr. eu vou poder engravidar? a resposta dele foi essa: "sim, com toda certeza, me preocuparia se você tivesse 40 anos e quisesse engravidar. Mas em 15 dias da cirurgia já pode começar a tentar." Saí de lá aliviada, voltei novamente pra cirurgia, todos do hospital me trataram muito bem, foram gentis e cuidadosos, anestesista, enfermeiros, a moças do atendimento. Mas quando vi o Dr. entrando na sala de cirurgia foi aí que me tranquilizei, estou em boas mãos. A cirurgia foi um sucesso, recebi alta na manhã seguinte. Na consulta de retorno dia 22/12/2016, o Dr. Willian me liberou pra começar as tentativas de uma gestação, mas por motivos pessoais adiamos. Em julho nós decidimos começar a tentar, e pra minha surpresa já tivemos nosso resultado positivo. Hoje estou no terceiro mês de gestação, e muito grata por tudo o que passei, por mais que tenha sido um susto pra mim, Deus me colocou em ótimas mãos, meu depoimento não é maior do que a minha gratidão pelo excelente profissional que fui encaminhada. Obrigada Dr. William.
 
Data: 19 September 2017
Escrito por: Leticia Flávia Pereira Ditadi
Xanxerê-SC
Tive pólipos uterinos por 2 vezes e na segunda vez, após ser feita análise anatomopatológica o médico me indicou a retirada do útero porque o resultado tinha sido displasia.Confesso que fiquei muito chateada pois naquele momento eu não queria de forma alguma tirar o útero.
Foi então que procurei o Dr William Kondo que de forma muito pacinte me explicou que poderia ser feito novamente a retirada do pólipo e depois de uma nova análise sim tomar uma decisão.Fiz o que ele me aconselhou, a cirurgia de retirada de polipos,o resultado do anatomopatológico foi normal e hoje depois de 1 ano estou bem, fiz um novo US transvaginal e nada de novos pólipos.
Agradeço a confiança que o Dr Kondo me passou e altamente o recomendo como profissional.
 
Data: 01 August 2017
Escrito por: Esmeralda Durieu
Curitiba
Meu nome é Cristina, desde os meus doze anos quando se iniciou o meu ciclo apresentei problemas relacionados a hemorragias uterinas, passei por inúmeros médicos em torno de 58 ginecologistas, todos falavam que era normal até os meus 20 anos não dei muita atenção por pensar que realmente fosse normal. Quando completei 21 anos passei por uma curetagem de emergência, porque além da hemorragia estava também com anemia profunda e caso na tratasse poderia virar leucemia. Passei por um total de 18 cirurgias durante o período de onze anos de tratamento, fiz várias histeroscopias e várias curetagens fui diagnosticada com neoplasia de endométrio. Realizei o procedimento de Histerectomia total + salpingectomia bilateral com a Dra Monica Tesmann Zomer Kondo, que me forneceu toda a assistência necessária para que pudesse realizar o procedimento. Realizei a cirurgia na data de 19/07/2017. Agradeço a todos que se dedicaram e cuidaram de mim, a todos que se envolveram direta ou indiretamente com meus problemas.
Obrigada em especial a Dra Monica por ser além de uma excelente profissional, um grande ser humano, que trata realmente o paciente com carinho e respeito, obrigada por essa pessoa tão querida que me transmitiu uma confiança enorme, posso relatar que a senhora respeita muito o paciente porque passei por muitos especialistas, e posso afirmar que são poucos que se preocupa com o nosso bem estar. Obrigada também a sua secretária Marcia, que me deu uma grande ajuda no processo de liberação do procedimento entre tantas outras ajudas. Obrigada de coração. Continuem sempre assim, pois Deus tem muito a oferecer as pessoas de bom coração.
 
Data: 31 July 2017
Escrito por: Cristina de Almeida Mendes
curitiba
Olá
" Uns tres meses descobri que estava com Endometriose,e sempre sofria muito com cólicas e fluxo intenso fui orientada por um médico de minha cidade a fazer tratamento com remédio, como ja tenho um filho e tenho 47 anos não queria mais engravidar e minha vontade era fazer cirurgia e eliminar todo o sofrimento.
Foi quando me indicaram Dr. Willian marquei uma consulta na qual fui muito bem atendida me explicando todo processo que poderia fazer a cirurgia, fui atendida também pelo Dr. Carlos o qual prestou um excelente atendimento.
Faz sessenta dias que fiz a cirurgia ocorreu tudo muito bem não passei por dores porque fui bem medicada e deixo aqui meu depoimento para quem tem essa doença procure ajuda, me sinto muito feliz e em boa saúde hoje voltei a ter minha vida normal.
Obrigada Dr. Willian Kondo e Dr. Carlos e toda equipe que pelo ótimo atendimento prestado.
Abraços
Selma Valerio
Mafra - SC
 
Data: 21 July 2017
Escrito por: Selma Duarte do Amaral Valerio
Mafra SC
Há 3 anos, eu e meu esposo resolvemos que seria hora de ter um filho. Iniciamos as tentativas e nada acontecia. Após 1 ano, minha antiga Ginecologista me pediu uns exames e entre eles um mapeamento de endometriose, pois desde a adolescência sempre tive muitas cólicas, severas e aquilo me tirava do prumo. Foi, então, que fui diagnosticada com endometriose profunda. Um dia tive uma consulta com um ortopedista de coluna e conversa vai, conversa vem, falei da minha vontade de ter filhos, mas que estava difícil para o momento e estava desacreditada de tudo, foi então que este médico me orientou a procurar o melhor especialista em endometriose que ele conhecia, Dr. William Kondo. Saí do consultório do ortopedista e fui falar com a secretária do Dr. William Kondo que ficava um andar acima, marquei a minha consulta e a minha vida mudou! Dr. William e sua equipe fizeram a minha videolaparoscopia em setembro de 2016 e em janeiro de 2017 descobri minha gravidez!!! Nunca vou esquecer do dia do retorno da consulta do pós cirúrgico, quando o Dr. William e eu conversávamos sobre gravidez e ele finalizou a conversa com um tom confiante e o semblante muito convincente: "Lilian, as tentativas devem ser em 6 meses pelo menos, se não acontecer a gravidez, aí terei de te encaminhar para a fertilização assistida. MAS, EU ACREDITO QUE VOCÊ CONSEGUIRÁ NESSE MEIO TEMPO!". Eu saí de lá feliz e com ma sensação de que sim, tudo daria certo na hora certa!
Meus mais sinceros agradecimento ao Dr. William e à toda sua equipe, que foram maravilhosos, fui muito bem cuidada e sempre que precisei de uma orientação do Dr., ele nunca me deixou sem resposta. Deus os abençoe e que Ele guie mais mulheres que precisarão dos seus cuidados!
Um abração a todos!
 
Data: 03 May 2017
Escrito por: Lilian Ziza
Curitiba
Desde adolescente, sempre sofri com cólicas, absurdas, o que era para ser normal, pra mim era doença, porém fui orientada a tomar anticoncepcional a vida toda, e a 2 anos atras meu esposo e eu resolvemos ter um bebê, resolvi ir no médico, para iniciar o preparo, parei de tomar o anticoncepcional e assim começaram os sintomas da endometriose, aqui onde moro passei por vários ginecologistas, porém sem sucesso, todos diziam que cólica era normal, que sentir dor na relação tbm era normal, mas aquilo de normal não tinha nada. Então uma amiga nos falou de uma clínica de fertilização em Curitiba, lá encontramos um médico muito atencioso Dr Alessandro que nos encaminhou para o Dr Wilian kondo que tbm foi um profissional mto atencioso e de extrema competência, fiz todos os exames e fui diagnosticada com endometriose profunda, fui encaminhado para a videolaparoscopia, em setembro de 2016, durante minha recuperação tive total suporte do Dr Wilian, e agora em Fevereiro de 2017 me descobri grávida, tenho um agradecimento enorme por existirem profissionais que podem proporcionar à mulheres que assim como eu sonham em ser mamães!!! Posso dizer que venci a endometriose !!!!
 
Data: 22 March 2017
Escrito por: Mayara Hey Fagundes
Guarapuava Pr
Gostaríamos muitos de agradecer ao Dr. William por nos incentivar a não desistir no nosso sonho de sermos pais novamente. Depois de uma gestação bem-sucedida em 2010 e de outra interrompida no 2º mês em 2014, estávamos tentando há dois anos ter mais um filho.
Depois de várias tentativas, achávamos que não conseguiríamos alcançar esse sonho naturalmente. Em Janeiro de 2016 buscamos ajuda de um médico geneticista e ele nos garantiu que, no nosso caso, somente uma FIV resolveria.
Saímos desolados do consultório médico e resolvemos investigar mais meu útero, mas desde Novembro/2015 sentia muitas dores perto do ciclo menstrual. Por indicação de uma prima, chegamos ao Dr. William.
Médico sério, responsável, que nos explicou tudo o que poderia estar acontecendo com meu corpo e nos incentivou a realizar todos os exames possíveis até chegarmos a um diagnóstico. Foram meses de exames intensos e com laudos que não demonstravam muitos problemas, apenas a aderência de minha trompa direita.
Lembro-me de uma conversa em especial, em que ele nos disse que às vezes a endometriose poderia não aparecer nos exames e que a decisão era nossa de continuar investigando, dando-nos toda a segurança de ir até o fim.
Decidimos seguir em frente e no dia 11/04/2016 realizei a videolaparoscopia para investigação de endomestriose. Que equipe médica incrível. Tudo correu bem e no momento do retorno ao consultório Dr. William nos explicou pacientemente o procedimento realizado e que havia sido sim identificado um foco antigo de endometriose na parte central do meu útero. Ao nos despedirmos, disse-nos que em 6 meses estaríamos recebendo uma linda notícia!
No mês de Agosto/2016, pouco mais de 3 meses do procedimento, nos descobrimos pais novamente e em Abril/2017 (exatos 1 ano após o procedimento), estaremos com nosso bebê nos braços!
Nossa gratidão a Deus pelo milagre da vida e por nos ter permitido chegar até os cuidados do Dr. William que, além de ser uma pessoa incrível, é um médico excepcional!
Com o coração transbordante de alegria e agradecimentos!
Fabiano e Andressa
 
Data: 13 December 2016
Escrito por: Andressa B. Moura
Curitiba
Tenho 29 anos e essa é a minha história de gratidão. (Desculpem o texto longo)

Desde mocinha tive problemas relacionados à menstruação. Muitas dores, hemorragias que geravam anemia, desmaios, entre outros sintomas. E tudo isso era “normal”. Aliás, tudo isso era frescura. Família, amigos, médicos, patrões. Para os outros a dor nunca era tão forte assim.

Lá pelos 17 anos comecei a tomar anticoncepcional para diminuir o fluxo e regular o ciclo. Lembro-me bem de pedir ao médico algum exame complementar, pois sentia muita dor de barriga e tinha diarréia exatamente no período menstrual. Ele pediu um exame de fezes e me deu Cetoconazol pra tomar. Fungos. E pensar que somente por esse sintoma poderíamos ter iniciado uma investigação da endometriose, há mais de 10 anos!
A partir daí foram vários médicos, pelo SUS, particulares, diagnóstico de ovário policístico, e “toma esse anticoncepcional aqui que você vai ficar curada.”

Em 2012 eu e o marido decidimos parar com o contraceptivo porque queríamos um filho. Que inocência a nossa! Achávamos que éramos donos da nossa fábrica.
No final de 2014 as dores foram piorando a cada ciclo. Uma dor que até hoje não sei descrever. Não era cólica. Era a sensação de ter alguém arrancando seu útero por baixo. Mais dor de barriga, dor nas pernas, dor durante a relação no fundo da vagina. Depois descobri que essa dor também não era normal.

Em agosto de 2015 ocorreu o pior episódio. Fui fazer uma prova para concurso público quase desmaiando. No banho, hemorragia. Saíam coágulos. Fui a o PA da Unimed recém adquirida e depois de esperar 4 horas pelo GO, eu nem precisei terminar de contar: endometriose. Depois de vários exames e mais dois médicos, cheguei ao Dr. William Kondo.

Era uma noite quente de setembro em Curitiba. Ele olhou meus exames, ouviu a minha história e concluiu: “você tem endometriose profunda intestinal, lesões no retossigmóide e um endometrioma grande. Vamos ter que operar, tirar um pedaço do intestino e retirar as lesões pra que você tenha chance de engravidar. Além disso, há chance de você ter lesão no ureter, porque ele está dilatado. E isso é urgente. Se tiver obstrução, você precisa fazer um procedimento imediatamente. Você tem planos de voltar pra Ponta Grossa hoje?” Dr. William pegou o celular e ligou para o Dr. Carlos Trippia, que agendou os meus exames para a manhã seguinte.
Meu mundo caiu. Eram quase 10 horas da noite. Minha cidade fica a 2 horas de Curitiba. Eu e meu pai nunca imaginaríamos que teríamos que passar a noite na capital. Saí do consultório com várias guias de exames pra aprovar e já estava tudo fechado. Não tínhamos lugar pra dormir. Consegui liberar as guias pelo celular e encontramos o Consultório do Dr. Carlos. Sentamos em uma marquise na Marechal para pensar. Passamos em uma farmácia, pois precisava fazer o preparo intestinal para o exame. A moça da Droga Raia nos indicou um hotel, pertinho do consultório. Sem o meu pai, eu teria surtado. Sem o Google Maps no celular, estaríamos perdidos. Porque os taxistas não nos ajudaram muito. Foi uma noite sombria.
Na outra manhã fui atendida pelo Dr. Carlos, e encaminhada por ele ao Hospital das Nações pra fazer a tomo. Saímos de Curitiba ao meio-dia (e eu estava em jejum desde as 16h do dia anterior). Na metade do caminho para Ponta Grossa, o Dr. Carlos me liga pra me tranqüilizar. Não era uma obstrução, era uma má-formação. Nunca vou me esquecer do que esses dois médicos fizeram por mim.

Retornamos para consultar e o Dr. William explicou com todas as porcentagens sobre os riscos da cirurgia. Fiquei apavorada. Mas não tinha jeito. Voltamos e começou a saga na Unimed para liberar a cirurgia e o material solicitado (a bendita tesoura ultrassônica). Muitas ligações e muito nervosismo até conseguir a liberação.

Dia 07 de dezembro de 2015, bem cedinho, chegamos no Vitta Batel. Às 11h desci para o Centro Cirúrgico. Às 11:45h fui para a sala de cirurgia. Algumas instruções do anestesista e...sono. Acordei tremendo, com muito frio, pouca dor e a sensação boa da bota pneumática. Depois de um tempo no pós-cirurgia e já estava estabilizada. Me levaram para o quarto e lá estavam o meu esposo e minha sogra (que é sogra-mãe). Que alegria!
A dor abdominal é bem forte, mas suportável. Passei mal depois de comer uma gelatina e tentar andar. A dor do espasmo do vômito foi terrível. Não consegui levantar por muitas horas, porque a pressão baixava e eu quase desmaiava. Sabia que precisava fazer xixi antes de amanhecer pra poder receber alta. Então pensem no alívio quando consegui atravessar o quarto sem desmaiar e ir ao banheiro! Achei que estaria toda ensangüentada, mas não. A cirurgia é muito limpa, com pontos muito pequenos.
Depois de uma longa madrugada, chegou o Dr. William pra nos dar alta. Explicou que não precisou fazer o corte, que deu pra fazer tudo pela vídeo. Desde então, quando me refiro a ele, uso a expressão “Meu médico Ninja”.

Fiquei em Curitiba por mais 5 dias e na semana seguinte voltei para consultar. Recuperação ótima. E uma esperança: em 6 meses deveria voltar lá, mas ele acreditava que eu não voltaria, porque até lá eu já estaria grávida. Meu médico é ninja mesmo. Nesse mês de Setembro completei 12 semanas do milagre mais esperado das nossas vidas!

Quero agradecer imensamente ao Dr. William, ao Dr. Reitan, ao Dr. Carlos e a toda a equipe. Obrigada por serem OS MELHORES!

Amiga! Não aceite sua dor como sendo normal! Não aceite que te digam “é só frescura de mulher”! Não desista de investigar até descobrir! Há esperança, então tenha fé em Deus, que cuida de todos os detalhes de nossas vidas.
 
Data: 30 September 2016
Escrito por: Aline Louize Grobe Araujo
Ponta Grossa/PR
Olá, meu nome é Loreni Perosa tenho 32 anos, hoje veio deixar meu depoimento, fiz minha primeira Videolap. no dia 19/08/2013 para retirada de endometriomas fiz tratamento com Allurene por 12 meses após isso meu ginecologista pediu para parar se gostaria de engravidar, comecei a sentir dores muito fortes e voltei a tomar o medicamento, comecei a pesquisar mais sobre endometriose e 02 amigas me indicaram Dr Willian Kondo, e com muita sorte diz a minha segunda videolap. com Dr Willian e sua equipe no dia 04/05/2015 e após isso não precisei mais tomar medicamentos mas não conseguia engravidar.
Mas a alguns dias veio a tão esperada notícia, após tanto sofrimento estou entrando na 11° semana de gestação! Estamos muito felizes e gratas pela equipe de profissionais que auxiliam Dr Willian. Bjs a todas e espero ter auxiliado com meu depoimento.
 
Data: 27 September 2016
Escrito por: LORENI PEROSA
Videira

<< Inicio Anterior 1 2 3 4 5 Próximo Fim >>

Página 1 de 5


Envie seu depoimento
* campos obrigatórios.
Nome:*
Email:*
Cidade:
Sua imagem:
Images should not be larger than 500x500 px and 250 kb
Depoimento:*


Área do Profissional

Área do Profissional

Usuário
Senha

Busca

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas notícias.